Warning: fopen(logs/log_ouvindo_opinioes.txt) [function.fopen]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/6/a1/fc/edudelphipage/public_html/includes/edp_log.php on line 6

Warning: fwrite(): supplied argument is not a valid stream resource in /home/storage/6/a1/fc/edudelphipage/public_html/includes/edp_log.php on line 8

Warning: fclose(): supplied argument is not a valid stream resource in /home/storage/6/a1/fc/edudelphipage/public_html/includes/edp_log.php on line 9
 EduDelphiPage - Ouvindo Opiniões | Qual Banco de Dados (SGDB) utilizar?

Ouvindo Opiniões

Qual Banco de Dados (SGDB) utilizar?

Opinião escrita por Carlos H. Cantu

Sobre o autor: FireBase/WarmBoot Informática - atua no mercado de desenvolvimento de software há 18 anos, é mantenedor do site www.firebase.com.br e www.firebirdnews.org, consultor de banco de dados Firebird, autor do livro Firebird Essencial e Firebird 2 e colunista da revista ActiveDelphi. No total, já palestrou para milhares de pessoas, na Conferência Internacional de Firebird em 2005, 2006, 2007 e 2008, em todas as edições do Firebird Developers Day (FDD) e Delphi Developers Day (DDD), no SQL Connect 2007, além de diversos eventos ligados a informática

Contato: cantu(arroba)firebase.com.br

Já utilizei DBF (dBase, Clipper), Paradox, DBISAM, sendo estes três, bancos de dados "desktop". Depois, cansado com problemas de índices corrompidos, etc, passei para o InterBase e finalmente cheguei ao Firebird, o qual utilizo em todos os meus sistemas, desde sua primeira versão.

Antes, recomendaria bancos "desktop" para pessoas que querem um deployment fácil e tenham sistemas monousuário. Para uso compartilhado (em rede), com certeza o ideal é partir para um banco relacional (SQL). Quando digo "antes", é porque depois do lançamento do Firebird Embedded, não vejo mais porque utilizar um banco "desktop", se você tem todo o poder do SQL com um deployment simples (dispensa instalação).

O Firebird sempre atendeu todas as minhas necessidades. É um banco poderoso, que dispensa a complexidade de instalação, manutenção e fine-tune, geralmente encontradas em outros bancos relacionais, como SQLServer, Oracle, PostgreSQL, etc. A comunidade de usuários é muito forte e unida, sendo muito fácil obter suporte voluntário e gratuito em fóruns e listas de discussão. Há empresas comerciais que oferecem consultoria especializada também.

Geralmente quem reclama do Firebird, não sabe como utilizá-lo. Por utilizar a arquitetura de Versioning, tudo que é feito no Firebird necessita estar associado à uma transação e, muitas vezes, os usuários não se preocupam em fazer um controle transacional correto, prejudicando a performance do banco de dados e da aplicação.

Infelizmente, ainda há uma parcela de desenvolvedores (geralmente mal informados) que pensam que o Firebird é um SGBD para bancos de dados "pequenos". Estão amplamente enganados. Sabemos de casos reais de uso do Firebird com mais de 200 conexões simultâneas e bancos com mais de 400GB, com performance muito boa, além de outros sistemas de alta disponibilidade (24x7).

O fato de ser totalmente open source e gratuito (sem licenças duplas, como é o caso do MySQL), torna o Firebird uma alternativa atraente, pois elimina os gastos com licenciamento.

Cabe aqui aquele velho ditado: o melhor banco de dados é aquele que tem o que você precisa, e que você domina.

Quem não conhece o Firebird, sugiro que acesse o "Conheça o Firebird em 2 minutos", disponível em:
http://www.firebirdnews.org/docs/fb2min_ptbr.html

Para suporte em português, visite o site da FireBase: www.firebase.com.br

Comentários

Nenhum comentário foi feito ainda
 

"Ouvindo" Opiniões (as mais lidas)

Em breve, aguarde!!!

Pharetra Sed Tempus

Morbi sit amet mauris Nam vitae nibh eu sapien dictum pharetra. Vestibulum elementum neque vel lacus. Lorem ipsum dolor sit dolore phasellus pede lorem proin auctor dolor loremmassa phasellus sit. More…

Outras edições da Revista Active Delphi